“”Quem sou eu”? Não há resposta para isso, é irrespondível…” Osho

Um amigo escrevia “Se queres viver uma vida plena, tem a CORAGEM de largar o que o mundo pede de ti e segue o teu coração.” João Pedro Trindade

Mas afinal que sou eu?

Olho-me, vejo o meu corpo “MEU corpo” não sou eu, olho-me no espelho e pergunto quem sou eu, e olho nos olhos e muitas viagens faço, cá lá e além. E sempre que chega uma resposta, não consigo saber “ver” quem sou eu.

Olho diz que todas as respostas têm que ser rejeitadas, continuando a dizer “Nem isto, nem aquilo” neti neti.

  • Sou um anjo, já me senti assim: Nem isto, nem aquilo;
  • Sou o Bruno Azevedo: Nem isto, nem aquilo;
  • Sou a essência da minha vida: Nem isto, nem aquilo;
  • Sou uma alma eterna: Nem isto, nem aquilo;

Parece-me que sempre que preciso de saber quem sou, nunca saberei quem sou.

Quem sou eu?
Porque estou aqui?
Qual o meu dom?
Qual o propósito da minha vida?

Tantas perguntas e mais sem serem estas que a resposta é “Nem isto, nem aquilo“, “neti neti
Tantas perguntas que nos fazem pensar que precisamos para viver que acreditamos que são importantes.
Enquanto andamos ocupados em saber quem somos, porque estamos cá o nosso dom e o nosso próximo, não conseguimos deixar de pensar e observar realmente quem somos.

OBSERVAR quem somos e não saber quem somos.

Aprendendo a observar a vida agora neste momento e é so neste momento, conseguir rejeitar todas as possíveis respostas que a este concede, eventualmente acontece um milagre: a pergunta desaparece.

Quando todas as respostas são rejeitadas, a questão não se sustenta, não damos sentido à pergunta à situação, a questão deixa de se situar em mais nada.

“(…)Ela simplesmente some, ela entra em colapso, ela desaparece.
Quando a questão desaparece, então você sabe. Mas esse conhecimento não é uma resposta: é uma experiência existencial.”

mm

Analista Programador || GOALMARKETING || SHIP4YOU | Lojas Online | Sites | Pagamentos Online Aluno desta escola viva que é a vida, juntamente com estes milhões de colegas, mestres, despertadores que se permitem (me) despertar e me envolver nesta consciência de tudo e de nada. (escolaviva.eu) | Terapeuta Corporal || Educação Emocional | Leitura e Cura de aura in @brunoazevedomadeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.